Categoria: Mercado & Economia

Atualize-se sobre o mercado de caminhões, leia-nos

AEROPORTOS CUBANOS RECEBERÃO US$ 150 MILHÕES DO BNDES

A Odebrecht confirma as negociações para o Projeto de Ampliação e Modernização da Infraestrutura Aeroportuária de Cuba, mas a empresa não conseguiu, até o fechamento desta edição, informar detalhes do projeto e quando as obras devem começar. A empresa divide a liderança no ranking de financiamento do BNDES nessa modalidade de crédito com a Embraer desde 2009.

Em 2013, a construtora obteve financiamentos que somam US$ 908 milhões, abaixo do US$ 1,072 bilhão da Embraer, sendo que esta linha somou, no total, US$ 2,5 bilhões. No primeiro trimestre de 2014, dos US$ 367,2 milhões liberados nesse tipo de financiamento, a Odebrecht recebeu US$ 153 milhões, contra US$ 142 milhões da fabricante de aviões.

MERCADO & ECONOMIA – Setor de caminhões sofre com rigor para financiamentos

A expectativa é que, com uma recuperação da indústria, as vendas de caminhões também se recuperem na segunda metade de 2014, embora não em ritmo suficiente para compensar a queda observada no começo do ano. Muitos executivos já observam uma retomada gradual das vendas este mês, mas ainda não é possível dizer se esse movimento será sustentável.

SEST SENAT – Prorrogadas inscrições para projeto que garante mudança de categoria da CNH

Cinquenta mil motoristas serão beneficiados. Quem tem a CNH categoria B poderá obter a C e condutores que já têm a C poderão participar para obter a categoria D ou a E.

Todos os procedimentos necessários serão custeados pelo projeto e o treinamento prevê a utilização de simuladores de direção de última geração.

MERCADO – Queda de exportação gera demissões e preocupa caminhoneiros da região central do estado de São Paulo

O índice pode parecer pequeno, mas preocupa, já que as transportadoras começaram a demitir funcionários. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de Araraquara e Região (Setcar), o principal motivo é a queda nas exportações. No estado de São Paulo, as exportações de açúcar, por exemplo, caíram 14%. “Isso está refletindo nas transportadoras

CUSTO BRASIL – Pedágio e roubo de cargas é o que mais preocupa

Ele dá como exemplo suas carretas que gastam todo dia R$ 248 de pedágio na ida de São Paulo a Ribeirão Preto e outros R$ 248 na volta. Ou seja, são R$ 496 por dia de pedágio nessa viagem. “Como eu faço esse itinerário 22 vezes por mês, o gasto é de R$ 10,9 mil mensais com pedágio”, diz, esclarecendo que o preço de um conjunto, cavalo mecânico e uma carreta, de cinco eixos é de aproximadamente R$ 350 mil. “Se a gente dividir R$ 350 mil por R$ 10,9 mil vai chegar a um número parecido com 32”, prossegue o empresário, inferindo que em de menos de três anos terá entregado, em pedágio para a concessionária, um valor suficiente para comprar um novo caminhão.

Mulheres provam que dirigir caminhão não é apenas para homens

O presidente da Federação Interestadual das Empresas de Transportes de Cargas (Fenatac), José Hélio Fernandes, reforça que as mulheres são presença cada vez mais frequente no transporte de cargas. Mas a maioria está em áreas urbanas, muitas por questões de segurança.

CAMINHONEIRO(A) – “Profissão de ouro” movimenta mais da metade do que é consumido no país

O segundo modal mais utilizado no Brasil é o transporte ferroviário, com 20,7% do movimento das cargas do país. Em seguida, o aquaviário, com 13,6%, o dutoviário, 4,2%, e o aéreo, 0,4%. Segundo o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), Claudinei Pelegrini, o caminhoneiro tem consciência do valor que representa. “Ele sabe da importância da profissão para o mercado e para a economia do Brasil”, afirma

Sest Senat garantirá a mudança de categoria da habilitação a 50 mil motoristas

Agora, para conseguir alterar a categoria da Carteira Nacional de Habilitação, os interessados precisam ter de 21 a 45 anos de idade. O projeto também prevê o custeio de todos os procedimentos necessários para a obtenção da mudança de categoria.