Categoria: INFRAESTRUTURA

AEROPORTOS CUBANOS RECEBERÃO US$ 150 MILHÕES DO BNDES

A Odebrecht confirma as negociações para o Projeto de Ampliação e Modernização da Infraestrutura Aeroportuária de Cuba, mas a empresa não conseguiu, até o fechamento desta edição, informar detalhes do projeto e quando as obras devem começar. A empresa divide a liderança no ranking de financiamento do BNDES nessa modalidade de crédito com a Embraer desde 2009.

Em 2013, a construtora obteve financiamentos que somam US$ 908 milhões, abaixo do US$ 1,072 bilhão da Embraer, sendo que esta linha somou, no total, US$ 2,5 bilhões. No primeiro trimestre de 2014, dos US$ 367,2 milhões liberados nesse tipo de financiamento, a Odebrecht recebeu US$ 153 milhões, contra US$ 142 milhões da fabricante de aviões.

ESTRADAS – Sistema eletrônico vai flagrar caminhões com excesso de peso

O novo sistema lê a placa, manda a informação para o computador e a multa é aplicada na hora. “Praticamente instantâneo. Nós estamos usando tecnologia mais avançada pra fazer esse tipo de trabalho. A partir daí fazer autuação e seguir todo o processo até multar, recursos, recursos administrativos, recursos jurídicos, até o termino da operação”, explica o responsável pelo sistema Rômulo Cioffi.

CUSTO BRASIL – Pedágio e roubo de cargas é o que mais preocupa

Ele dá como exemplo suas carretas que gastam todo dia R$ 248 de pedágio na ida de São Paulo a Ribeirão Preto e outros R$ 248 na volta. Ou seja, são R$ 496 por dia de pedágio nessa viagem. “Como eu faço esse itinerário 22 vezes por mês, o gasto é de R$ 10,9 mil mensais com pedágio”, diz, esclarecendo que o preço de um conjunto, cavalo mecânico e uma carreta, de cinco eixos é de aproximadamente R$ 350 mil. “Se a gente dividir R$ 350 mil por R$ 10,9 mil vai chegar a um número parecido com 32”, prossegue o empresário, inferindo que em de menos de três anos terá entregado, em pedágio para a concessionária, um valor suficiente para comprar um novo caminhão.

INFRAESTRUTURA – GOVERNO LANÇA PACOTE DE R$ 8 BI, COM UMA LICITAÇÃO ‘POR DIA’ DE OBRA RODOVIÁRIA

Os novos projetos vão compor a robusta carteira do Dnit, hoje com R$ 10 bilhões de obras em andamento. Serão lançadas licitações para a obra, a supervisão do projeto e a gestão ambiental do conjunto. “Isso dá mais do que uma licitação por dia até o fim do ano”, diz o diretor-geral do Dnit, general Jorge Fraxe, ao Estado.