Categoria: Estradas e Trânsito

Noticias sobre tudo que ocorre nas estradas do Brasil

LEGISLAÇÃO – PERNOITE EM CAMINHÃO NÃO EQUIVALE A SOBREAVISO OU PRONTIDÃO

Isto porque o profissional não está aguardando ordens neste período. Segundo o julgador, o caso é diferente dos ferroviários que, obedecendo a escalas de serviço, aguardam em suas próprias casas ou nas dependências da estrada as determinações do empregador. No caso do motorista, isso não ocorre, já que ele está dormindo. Isso impede também que vigie a carga. “A vigília é incompatível com o sono”, destacou

INFRAESTRUTURA – EVENTO REÚNE SEIS UNIVERSIDADES DE SÃO PAULO PARA DEBATER MOBILIDADE URBANA

São esperados estudantes e profissionais de arquitetura de diversas cidades do Brasil e também de outros países para participar das conferências e oficinas. “Nosso objetivo é de que essa mistura de experiências estimule os participantes a refletirem sobre alternativas para um ambiente urbano mais inclusivo e conectado com temas atuais da sociedade.

ESTRADAS & TRÂNSITO – APÓS DIMINUIÇÃO DAS BLITZE DA LEI SECA, MORTES NAS ESTRADAS AUMENTAM 37%

A Polícia Militar Rodoviária culpou, em nota, o aumento de atropelamentos para justificar resultado tão negativo. “As principais causas para essa elevação do número de mortes foram os atropelamentos de pedestres e os acidentes envolvendo motocicletas, que somados corresponderam ao total de 25 mortes nesta Operação Carnaval, ou seja, 67,5% do total”, diz a corporação, em texto divulgado nesta quarta.

INFRAESTRUTURA & LOGISTÍCA – AGENDAMENTO PARA DESCARREGAR NO PORTO DE SANTOS NÃO É RESPEITADO

“Eu liguei na transportadora e eles disseram que não tinha agendamento e que podia ir para chegar e descarregar. Com isso, estou aqui desde às 3h da manhã aguardando a descarga”, afirma. Muitos caminhoneiros enfrentaram as consequências da falta de planejamento e de fiscalização no Porto de Santos nesta terça-feira (11).

INFRAESTRUTURA – Monitoramento de caminhões iniciou nesta terça-feira 04/jan/2014

A primeira área definida fica em Sumaré, no Interior de São Paulo, e pertence ao Grupo Cosan, arrendatário das instalações ocupadas pela Rumo Logística no Porto de Santos. Já o segundo terreno fica em Santos e também pode entrar em operação a qualquer momento pois não tem pendências administrativas e não necessita de obras civis.