RESTRIÇÕES A CAMINHÕES NA AV. BANDEIRANTES EM SÃO PAULO

16/04/2010,09h:59m
Bandeirantes terá mais restrição a caminhão em julho


Com abertura de trecho sul do Rodoanel, prefeitura estuda limitação maior à circulação desses veículos em horário de pico

Decisão final ainda não foi acertada, mas estudos apontam para a proibição total do tráfego na avenida entre as 6h e as 10h

A Prefeitura de SP vai restringir ainda mais a circulação de caminhões na avenida dos Bandeirantes (zona sul) no horário de pico a partir de julho. Ainda não há uma decisão final sobre que tipo de restrição será adotada, mas a Folha apurou que os estudos apontam para o veto total do tráfego de caminhões na via no horário de pico da manhã -das 6h às 10h. A prefeitura afirma que, com a abertura do trecho sul do Rodoanel, a medida pode ser implantada sem que o transporte de cargas seja prejudicado. No restante do dia, o trânsito na Bandeirantes seria liberado ao menos para os VUCs (veículos urbanos de carga, com até 6,30 metros de comprimento), que não teriam sequer de cumprir mais as regras de rodízio.

A possibilidade de redução das restrições aos VUCs, veículos que levam cargas mais leves, surgiu após a constatação de melhora no trânsito. Houve queda de cerca de 40% no total de caminhões que usam o eixo marginal Pinheiros-avenida dos Bandeirantes. Antes, essa era a única rota para seguir do interior a Santos.

Mês de teste

Até o fim deste mês, a CET fará medições de volume de veículos na avenida dos Bandeirantes e análises do tráfego para verificar que tipo de restrição pode funcionar melhor. Nos próximos dias, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) deve conversar sobre os VUCs com diretores do Setcesp (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo). O presidente da entidade, Francisco Pelucio, disse à Folha que, constatado o desvio dos caminhões para o trecho sul do Rodoanel, já é possível amenizar as restrições aos VUCs, uma bandeira do setor.
Também é esperada para o segundo semestre, segundo o governo do Estado, a inauguração de mais um trecho da avenida Jacu-Pêssego, na zona leste da capital, que também deve desviar caminhões que hoje circulam por outras vias.

Em entrevista em março, antes da abertura do trecho sul, o secretário municipal dos Transportes, Alexandre de Moraes, confirmou a pressão das transportadores pelos VUCs. “Há um pedido de análise do VUC. O povo [transportadores] ama esse VUC. Então, vamos rever isso. Vamos reanalisar porque, com Rodoanel e marginal, dá para fazer algo mais definitivo mesmo.”

Fonte: Folha de S. Paulo

Gostou? Indique:

Comente

Comentários

Powered by Facebook Comments