Autor: Nivaldo Ferreira MTB 55.797/sp

Nivaldo é editor do site Truckshopping.com.br, Com mais de 30 anos de experiência no mercado de pesados.

MERCADO – VOLVO TEVE QUEDA DE 64% NA VENDA DE CAMINHÕES EM 2015

Morassutti afirmou ainda que a montadora sueca tem tido bom desempenho em outros países da América do Sul, citando o Peru, a Colômbia e o Chile. “E temos vistos bons sinais de recuperação na Argentina”, disse, em referência à gestão do novo presidente argentino, Mauricio Macri, que assumiu o cargo em dezembro do ano passado.

ESTRADAS – QUATRO ESTADOS TÊM RODOVIAS INTERDITADAS EM RAZÃO DE ESTRAGOS CAUSADOS PELA CHUVA

Carros de passeio, ônibus e caminhões menores estão sendo desviados para dentro da cidade de Francisco Sá. Os veículos de grande porte devem seguir pela BR-122, para Janaúba e Riacho dos Machados, uma vez que as ruas do município não foram………….

LOGÍSTICA – Hidrovia Tietê-Paraná será reaberta após dois anos fechada pela seca

A Marinha do Brasil decidiu desinterditar a hidrovia Tietê-Paraná após a divulgação do nível no reservatório de Três Irmãos feita pelo ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) e o Departamento Hidroviário de São Paulo. Na última semana, o nível no reservatório atingiu 326,40 m acima do nível mínimo necessário para a retomada da navegação, que é de 325,40 m. Já o calado (profundida segura) mínimo para a navegação deve ser de 2,70 m

CAMINHONEIROS AMEAÇAM GREVE E PREOCUPAM GOVERNO FEDERAL

Desta vez, a ordem da presidente é monitorar os movimentos para que o governo não seja pego de surpresa.

Segundo o comunicado, os principais movimentos que pedem o impeachment da presidente Dilma Rousseff, como o Vem Pra Rua, o Revoltados Online e o MBL (Movimento Brasil Livre), apoiam a paralisação da classe.

Esse apoio é outra preocupação do Planalto, porque pode gerar uma agenda política negativa no momento em que perdeu força, dentro do Congresso, a estratégia da oposição para tentar abrir um processo de impedimento contra a presidente.

MERCADO- GOVERNO REDUZ A MENOS DA METADE RECURSOS PARA FINANCIAMENTO PELO PSI

Conforme nota divulgada pelo Ministério da Fazenda, “a redução não deverá ter impacto negativo relevante sobre o programa, visto a contratação de financiamentos pelo BNDES ter alcançado apenas R$ 6,8 bilhões até o final de setembro de 2015”.

INTERNACIONAL – EMPRESAS DOS ESTADOS UNIDOS PRECISAM DE 50 MIL CAMINHONEIROS, COM SALÁRIOS ANUAIS DE ATÉ 73 MIL DÓLARES

As mulheres representam 47% da força de trabalho total dos EUA. No entanto, apenas 6% de todos os motoristas de caminhão são mulheres, de acordo com o Ministério do Trabalho e da ATA.

Para se qualificar, os motoristas devem ter pelo menos 21 anos, uma carteira de motorista de caminhão comercial, passar uma verificação de antecedentes criminais e um teste de drogas. Estes requisitos não mudaram em anos, dizem especialistas.

MERCADO – TRANSPORTADORAS TÊM GASTOS MAIORES E CONTRATAM MENOS EM ARARAQUARA, SP

No ano de 2014, faltavam motoristas para preencher as vagas. “A gente tinha um custo de 35% diesel mais pedágio. Há dois anos. Hoje esse custo é de 60%, 65%”, explicou o presidente. Na transportadora de Claudio José Caride, o pátio costumava ficar vazio, mas agora está repleto de caminhões parados. A empresa fazia mais de 200 viagens semanais, mas agora faz cerca de 100 por conta da crise e o aumento no preço do pedágio. Apesar dos custos maiores, não é possível repassar o valor para o frete. “A cobrança do eixo suspenso foi o fim do transporte rodoviário.

LEGISLAÇÃO – MPF PROCESSA EMPRESAS COM CAMINHÕES COM EXCESSO DE PESO

As rodovias federais mantidas por concessionárias como a Régis Bittencourt, a Fernão Dias e a Dutra têm balanças que apontam o nível dos abusos. “Nós já pegamos aqui na balança caminhões feitos pra 45 toneladas com 80, 90 toneladas. Caminhões pra 70 toneladas com quase 100. Claro que o excesso de peso diminui a vida útil do pavimento.

MERCADO – BOLHA RODOVIÁRIA: EXCESSO DE CAMINHÕES PRESSIONA VALOR DO FRETE E AGRAVA ENDIVIDAMENTO

Sem dívida alguma, tem que tirar a pressão sobre o transportador. Mas é preciso atacar a questão da bolha, por exemplo, fazendo o que o governo federal não fez lá atrás, que é uma política de renovação da frota, com a retirada dos veículos muito antigos de circulação e a reciclagem desse material. A estimativa é que existam até 150 mil caminhões com mais de 25 anos ainda sendo utilizados. E isso deve ocorrer sem aumento da frota.