JULHO é o mês do CAMINHONEIRO. Há o que comemorar ?

Sula Miranda é a nossa entrevistada  e fala  à turma do trecho.

 

Da Redação Por Nivaldo Ferreira

Imagem: Fábio Mayer Braga

Em entrevista concedida  ao Truck Shopping, a  rainha  dos  caminhoneiros  conta um pouquinho  da sua história de  convivência  com  os  irmãos  das estradas, o titulo de rainha e   fala  sobre os  problemas  e onde podem  estar  as  soluções para  resolvê-los.

*

Truck  Shopping Sula, desde o início de sua carreira solo podemos dizer que você foi adotada pelos caminhoneiros. A que você credita esta adoção?

Sula Miranda Na verdade, o título veio através da imprensa por conta do sucesso imediato ao lançar o primeiro trabalho e alcançar um grande publico e projeção nacional. Como a musica agradou, a imprensa começou a falar que era a Rainha dos caminhoneiros e eles abraçaram a idéia. Assim começou toda minha trajetória.

Truck  Shopping – Em entrevistas suas inclusive numa em que você nos concedeu em 2009 quando tínhamos o programa de Tv na Record paulista, você disse que nos inúmeros shows por todo o Brasil, os caminhoneiros te respeitavam muito, inclusive você não se preocupava com segurança, pois eles mesmos te protegiam em todos os seus shows pelas estradas, nos postos de serviços.

Neste sentido sua convivência com a turma do trecho foi muito próxima e acredito que continua sendo, e certamente você pôde observar e conhecer as necessidades, anseios, dificuldades, e também histórias de superação e sucesso de alguns desta classe que hoje você se propõe também defender politicamente.

O que você percebe que mudou para pior e para melhor para os caminhoneiros(as) ?

Sula Miranda – O que observo de melhor são eles mais informatizados, reivindicando cada vez mais por seus direitos e buscando também qualificação profissional.

Vejo agora também um mercado promissor, pois com o déficit na profissão as empresas estão valorizando mais e investindo neles.

O que vejo de pior é ainda poucos recursos para que tenham mais qualidade de vida na estrada, poucos pontos de estacionamento com espaço para terem um repouso digno com boa comida, bom banho, estacionamento seguro, e serviços melhores de abastecimento, programa de descontos e benefícios.

A nova lei pode ser boa, mas é preciso oferecer para eles os recursos para poderem cumprir.

Truck  Shopping – Com relação à utilização de drogas e bebidas por parte dos irmãos do trecho, percebemos que há um descontentamento por parte da classe com a campanha que o governo esta veiculando na mídia com a cantora Paula Fernandes, eles estão se sentindo ofendidos por serem comparados a “bêbados e drogados” e se manifestando nas redes sociais. Certamente existe o problema, mas não pode ser generalizado.

Como você vê esta falha de comunicação que efetivamente ofende a classe da forma que é colocada? E como deveria ser conduzida?

Sula Miranda – Na verdade vejo que o que faltou foi apenas sensibilidade e mais conhecimento sobre o público alvo que no caso é o caminhoneiro, não podemos fechar os olhos para o problema, pois hoje existe um alto índice de usuários, mas isso é em todas as camadas da sociedade, e existem também caminhoneiros com esse problema, porém precisam ser vistos e tratados com mais respeito, sem generalizar.

Hoje estou iniciando um trabalho inclusive para termos um exame eficaz para detectar a droga por um período quase de um ano, caso a pessoa tenha usado, mas isso é exatamente para podermos separar os pais de família, trabalhadores e que não são usuários, e detectar quem são os mesmos trabalhadores, porém hoje infelizmente dependentes, para que possamos ajuda-los e ajudar a família a superarem juntos estas dificuldades.

Penso que deve existir sim campanhas de conscientização, mas que essas campanhas mostrem o devido valor do profissional do volante na estrada, e possam usa-los como exemplo, mostrarmos que eles movem o BRASIL e que sem o trabalho árduo deles não temos NADA, desde o momento que nascemos até morrermos, analise nossa vida do momento zero.

NADA acontece sem que um caminhoneiro esteja em nossa história, respiramos, temos o ar pelo dom de DEUS, mas para matar a sede, comer, vestir, tomar remédios, etc do nosso cotidiano dependemos de uma ação do caminhoneiro transportando tudo para suprirmos nossas necessidades.

Para se fazer algo para eles, é necessário primeiro conhecer o universo deles e entender;
Como abordar temas como exploração sexual infantil nas estradas?
Sabendo que muitos deles pais de familia estarão nos ajudando na campanha denunciando.

– Como combater as drogas?
Mostrando que eles são homens de bem, que fazem o progresso do país e também temem estar na estrada e serem vitimas de usuários de drogas, sejam motoristas de caminhão ou motoristas comuns e que podem sim ajudar também denunciando anonimamente e terem também sua segurança garantida.

Precisamos sim, fazer muitas campanhas para termos mais segurança nas estradas, mas temos que ter o entendimento que quem mais quer isso são os caminhoneiros que trabalham diariamente nas estradas, não estão a passeio, estão colaborando para o crescimento do país, eles são os maiores usuários das estradas, lá é o habitat deles.

Truck  Shopping – Estamos presenciando por todo país manifestações que  demonstram um despertar  de  consciência da população, algo inédito se considerarmos que os  movimentos foram voluntários e ganharam força por reunirem todas as camadas da sociedade que em resumo  cobram dos  poderes  instituídos mais  e  melhores  estruturas e  serviços, bem como o melhor  uso  dos  recursos  públicos  em favor  da  população.

No segmento de transportes não é diferente, há muito por fazer e melhorar,  principalmente  para  os  profissionais  e  empresas  do setor  de transporte  de cargas.

No próximo dia 25 de julho embora não seja a data oficial, efetivamente  é a adotada  pelos  caminhoneiros  para comemorar  o seu dia.

Para finalizar este nosso papo, qual a mensagem que você envia para esta categoria  tão importante  do  nosso  país?

Sula Miranda – Eles fazem o nosso dia a dia, eles colaboram diretamente para o progresso. Não consigo vislumbrar um país como o nosso Brasil sem a ação de um caminhoneiro para nosso bem estar.

Para mim, todo dia é do CAMINHONEIRO, ele precisa ser valorizado, exaltado e reconhecido por seu trabalho…..

Enfim….aprendi a amar esta profissão, sempre disse que a vida do artista é como a do caminhoneiro, enfrentamos as estradas, a saudade de casa, precisamos renunciar a uma vida de cotidiano dentro de casa para fazermos nosso melhor.

Isso é vida na estrada. OBRIGADA CAMINHONEIROS. Você é valioso, pois sem caminhão, o Brasil para, o sonho acaba… nossa vida é andar por esse país

E nesse momento temos que pensar que, a nossa melhor manifestação é o voto, é um momento real para que os brasileiros se conscientizem para futuras eleições, está assim porque escolhemos mal, então a maneira de mudar é escolher com discernimento.

Não podemos parar um país inteiro por tantos dias, precisamos sim nos preparar, para que possamos fazer melhor daqui para frente, escolher corretamente e ai sim mudar a história.

Escolher com a razão e não com emoção. Não vender seu voto a troco de ilusões.

Gostou? Indique:

Comente

Comentários

Powered by Facebook Comments

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter